Anúncios


sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Correio Forense - Médicos acusados de retirar órgãos de criança devem ir a júri popular - Direito Penal

15-12-2010 08:30

Médicos acusados de retirar órgãos de criança devem ir a júri popular

A Justiça determinou que quatro médicos de Poços de Caldas, na Região Sul de Minas Gerais, sejam levados a júri popular por retirar irregularmente os órgãos de um menino de 10 anos, em abril de 2000. Três dos médicos foram pronunciados pela prática de homicídio qualificado e pelo crime de remoção de tecidos, órgãos ou partes do corpo de pessoa ou cadáver. Um outro médico foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado. Ainda cabe recurso para a decisão.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o garoto teria caído no prédio onde morava de uma altura de cerca de 10 metros. Os médicos diagnosticaram a morte encefálica da criança e retiraram os órgão para doação.

Ainda de acordo com o TJMG, existem fortes indícios de que os exames realizados na vítima, para constatar a morte encefálica, tenham sido feitos de forma irregular. O período de seis horas entre os dois supostos exames clínicos a que a vítima foi submetida não teria sido respeitado. O garoto também não teria recebido atendimento por toda a noite do dia 20 e manhã do dia 21 de abril de 2000, quando apresentou pressão arterial com sérias complicações.

De acordo com a sentença, há documentos que demonstram a abusiva interação medicamentosa a que a vítima foi submetida. Também relata que o exame de corpo delito confirma que o garoto foi submetido a prolongado exame, com o objetivo de comprovar sua morte encefálica, o que lhe causou severas lesões na região do pescoço, comprometendo o seu estado de saúde.

Fonte: Estado de Minas


A Justiça do Direito Online


Correio Forense - Médicos acusados de retirar órgãos de criança devem ir a júri popular - Direito Penal

 



 

Technorati Marcas: : , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , ,

 





Um comentário:

  1. Olá, blogueiro (a),
    Salvar vidas por meio da palavra. Isso é possível.
    Participe da Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Divulgue a importância do ato de doar. Para ser doador de órgãos, basta conversar com sua família e deixar clara a sua vontade. Não é preciso deixar nada por escrito, em nenhum documento.
    Acesse www.doevida.com.br e saiba mais.
    Para obter material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde
    Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude

    ResponderExcluir