Anúncios


quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Agência Brasil - Réveillon deve reunir cerca de 2 milhões de pessoas em São Paulo - Direito Público

 
30 de Dezembro de 2009 - 15h44 - Última modificação em 30 de Dezembro de 2009 - 15h44


Réveillon deve reunir cerca de 2 milhões de pessoas em São Paulo

Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

São Paulo - A cidade de São Paulo espera reunir cerca de 2 milhões de pessoas na festa de réveillon , marcada para começar às 20h30 de amanhã (31), na Avenida Paulista. O tema desta edição da festa da virada é a Copa do Mundo de Futebol, que será realizada na África do Sul, em 2010.

“O réveillon na Paulista representa para os paulistanos e turistas um momento de confraternização e festa para celebrar a chegada de um novo ano com ótimas atrações e muita segurança”, disse o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Martinho da Vila, Dudu Nobre, Maria Rita, Pitty, Edson e Hudson, KLB e a escola de samba Mocidade Alegre, vencedora do carnaval deste ano em São Paulo, são algumas das atrações da festa. Também está programada uma queima de fogos, que deve durar 15 minutos.

A segurança do público será feita por cerca de 2,8 mil homens da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana, além agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e de seguranças particulares.




Edição: João Carlos Rodrigues  


Agência Brasil - Réveillon deve reunir cerca de 2 milhões de pessoas em São Paulo - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Prêmio recorde da Mega-sena lota as casas lotéricas de Brasília - Direito Público

 
30 de Dezembro de 2009 - 16h01 - Última modificação em 30 de Dezembro de 2009 - 20h17


Prêmio recorde da Mega-sena lota as casas lotéricas de Brasília

Da Agência Brasil


 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito
Wilson Dias/Abr
Brasília - O aposentado Benedito Machado, 63 anos, aguarda para fazer seu jogo da mega da viradaBrasília - O aposentado Benedito Machado, 63 anos, aguarda para fazer seu jogo da mega da virada
Brasília - A última Mega-sena do ano, que deverá pagar um prêmio acima de R$ 120 milhões, levou muitos apostadores hoje (30) às casas lotéricas de Brasília. O prazo para as apostas termina às 14h de amanhã (31).

Andrea Cunha, proprietária de uma casa lotérica, disse que tem aparecido gente que nunca jogou, tudo por causa do valor do prêmio. “Até quem nunca fez está se arriscando. Ninguém quer ficar de fora disso”. Ela afirmou que não pretende ficar de fora, e revelou a sua intenção de fazer um bolão entre os funcionários de sua loja.

José Maria, de 64 anos, manifestava a sua esperança ao fazer o seu jogo. Ele disse que sonha com o cartão premiado para poder pagar suas dividas e ajudar os parentes e amigos. “Ajudaria muita gente se ganhasse esse dinheiro, mudaria de vida”, afirmou.

Assim como seu José, outros apostadores acreditam na sorte para levar os R$ 120 milhões. É o caso de Maria Rosa, de 35 anos, que fez 11 jogos, cinco dela e seis de um amigo. Ela comentou que, caso ganhe, comprará uma casa e terminará a faculdade de direito, interrompida por problemas financeiros.

Benedito Machado, de 63 anos, disse, com bom-humor, que não saberia como gastar o dinheiro do prêmio, mas, depois de pensar um pouco, afirmou que usaria o dinheiro para dar mais conforto à família.

Com os R$ 120 milhões, o ganhador pode alcançar um rendimento mensal de R$ 600 mil mensais aplicando na caderneta de poupança ou comprar 4,8 mil carros populares, conforme cálculos da Caixa Econômica Federal.

O cartão, com seis números marcados, custa R$ 2. O sorteio ocorrerá às 20h, na Estação da Luz, em São Paulo, com transmissão ao vivo em rede nacional de televisão.

O maior prêmio já pago pela Mega-sena até agora foi de R$ 65 milhões, em outubro de 1999, a um único vencedor de Salvador (BA).


Edição: Aécio Amado  


Agência Brasil - Prêmio recorde da Mega-sena lota as casas lotéricas de Brasília - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Festa da virada em Brasília terá segurança reforçada - Direito Público

 
30 de Dezembro de 2009 - 17h42 - Última modificação em 30 de Dezembro de 2009 - 17h46


Festa da virada em Brasília terá segurança reforçada

Da Agência Brasil


 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - A Esplanada dos Ministérios, local da festa de réveillon em Brasília, terá policiamento reforçado amanhã (31). A Polícia Militar do Distrito Federal estará com cerca de mil homens distribuídos em pontos estratégicos, como as estações do metrô, a rodoviária do Plano Piloto e nas vias próximas ao local do evento.

O Corpo de Bombeiros vai instalar postos de atendimento na Esplanada dos Ministérios, na Galeria dos Estados e na estação do metrô da rodoviária. A corporação também estará com 126 homens em ambulâncias, motos-resgate e caminhões-pipas.

A Secretaria de Transporte do DF montou um esquema especial com o aumento do número de ônibus em circulação e o metrô funcionará gratuitamente até as 2h da madrugada do dia 1º.

O trânsito será alterado a partir das 5h de amanhã (31) nas pistas da Esplanada dos Ministérios: três faixas serão isoladas para a circulação do público e outras três liberadas aos veículos. A partir das 16h todas as faixas, no sentido da Catedral de Brasília até o fim da via L4, serão fechadas para uso exclusivo dos pedestres.



Edição: Aécio Amado  


Agência Brasil - Festa da virada em Brasília terá segurança reforçada - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Réveillon nos clubes e restaurantes de Brasília pode custar de R$ 50 a R$ 1,9 mil - Direito Público

 
30 de Dezembro de 2009 - 19h34 - Última modificação em 30 de Dezembro de 2009 - 19h40


Réveillon nos clubes e restaurantes de Brasília pode custar de R$ 50 a R$ 1,9 mil

Da Agência Brasil


 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - Apesar da grande movimentação de brasilienses deixando a cidade, o réveillon em Brasília promete ser dos melhores. A maioria das casas de shows, restaurantes e clubes se organizou para oferecer àqueles que não viajaram festas com a apresentação de bandas e shows pirotécnicos.

O convite, com um pacote que dá direito à entrada na festa, o consumo de cerveja, de água e de refrigerante, na maioria dos clubes e restaurantes, custa em média R$ 50, o feminino, e R$ 80, o masculino.

Para os que desejam uma opção de serviço completo de buffet, os preços são mais altos. As mesas para quatro pessoas com direito a vinhos importados, coquetéis, frutas e salgados, variam entre R$ 300 e R$ 1,9 mil.

De acordo com o produtor de eventos Daniel Abreu, que organiza há quatro anos festas de Réveillon na cidade, o público sempre comparece e os preços são de acordo com o ambiente.

“Festa em casa, geralmente é a do Natal. No ano-novo, as pessoas viajam ou preferem ficar com os amigos. A relação consumo e gasto influência na escolha do local, que geralmente já é de gosto do cliente”, disse.

O comerciante Ronaldo Dias, que por causa da profissão preferiu ficar em Brasília, resolveu com a esposa passar a virada entre os amigos em um restaurante já conhecido dos casais, que oferecerá música ambiente. “Comprei antecipadamente,  a mesa por R$ 470. O preço foi o que influenciou a escolha do local. O fato de não gostar de locais cheios e barulhentos também foi importante na hora da decisão”, disse.

Já o estudante Alexandre Gomes afirmou que muitos locais estão abusando nos preços dos convites. Ele que vai passar a virada em um clube, disse que normalmente gasta R$ 60 para se divertir. “Não há nenhuma novidade, só o fato de ser o ano-novo faz os produtores cobrarem acima da média. Já sei que o pacote que adquiri por R$ 90 está sendo vendido por R$140”.

Os que não querem gastar muito e, mesmo assim, não abrem mão de comemorar a entrada do ano-novo, a alternativa é comparecer à Esplanada dos Ministérios, onde haverá queima de fogos durante 21 minutos, além de apresentação de artistas nacionais e locais e a apresentação da bateria da Escola de Samba Beija Flor de Nilopólis (RJ).



Edição: Aécio Amado  


Agência Brasil - Réveillon nos clubes e restaurantes de Brasília pode custar de R$ 50 a R$ 1,9 mil - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Praça dos Orixás será reinaugurada hoje em Brasília - Direito Público

 
31 de Dezembro de 2009 - 08h51 - Última modificação em 31 de Dezembro de 2009 - 08h51


Praça dos Orixás será reinaugurada hoje em Brasília

Da Agência Brasil


 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - A Praça dos Orixás, na Prainha, em Brasília, será reinaugurada nesta quinta-feira (31), poucas horas antes da tradicional festa de réveillon realizada no local. Serão 16 novas esculturas que representam os deuses africanos. As obras, completamente restauradas, são do escultor baiano Tatti Moreno.

A solenidade tem início às 18h, com a participação do presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulu Araújo, e a exibição do Bloco do Afoxé Filhos de Gandhy, de Salvador. Em seguida, os monumentos serão lavados pelas baianas e às 21h será a abertura religiosa, com as oferendas aos deuses, evocando os orixás e a saudação de Oxalá.

Outra novidade vai ser o tamanho do bolo que será distribuído entre os presentes. Serão 200 quilos.



Edição: Graça Adjuto  


Agência Brasil - Praça dos Orixás será reinaugurada hoje em Brasília - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Menina de 12 anos morre soterrada em consequência da chuva no Rio - Direito Público

 
31 de Dezembro de 2009 - 09h24 - Última modificação em 31 de Dezembro de 2009 - 09h25


Menina de 12 anos morre soterrada em consequência da chuva no Rio

Douglas Correa
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Rio de janeiro - Uma menina de 12 anos morreu soterrada nesta quarta-feira (30) à noite quando a casa em que morava foi atingida pelo deslizamento de terra de uma encosta na localidade conhecida como Buraco da Onça, em Piabetá, distrito de Magé, na Baixada Fluminense.

Jéssica Souza Martins ainda foi levada com vida pelo Corpo de Bombeiros para o hospital de Fragoso, mas não resistiu. Na mesma casa também foi socorrida Ana Carolina Santos Silva, de 9 anos. Ela ficou soterrada, retirada dos escombros pelos bombeiros e está internada no mesmo hospital.

Em outro ponto da cidade, na Rua Recife, também em Piabetá,  Joaquim Camilo Pereira morreu também em consequência das chuvas na região. A casa dele inundou e ele morreu afogado. Os bombeiros ainda socorreram Amarildo de Andrade e Marilene Moreno que foram salvos.

A chuva em Piabetá alagou dezenas de residências e deixou o trânsito praticamente intransitável nas principais ruas da localidade.

A chuva também prejudicou o serviço de telefonia na região e o contato para Piabetá ficou prejudicado.

Edição: Graça Adjuto  



Agência Brasil - Menina de 12 anos morre soterrada em consequência da chuva no Rio - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Vinte e um mil atletas devem participar da Corrida de São Silvestre - Direito Público

 
31 de Dezembro de 2009 - 09h34 - Última modificação em 31 de Dezembro de 2009 - 09h34


Vinte e um mil atletas devem participar da Corrida de São Silvestre

Elaine Patrícia Cruz
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

São Paulo - Será realizada hoje (31) em São Paulo a 85ª edição da tradicional Corrida Internacional de São Silvestre. Neste ano, segundo os organizadores, 21 mil pessoas se inscreveram para participar da prova, que terá início às 14h40, na Avenida Paulista, com a largada dos cadeirantes e handcycle bicicleta de mão).

A prova feminina começa às 16h25 e a masculina às 16h42. A largada será dada em frente ao prédio do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e a chegada ocorrerá na frente do prédio da Fundação Cásper Líbero, também na Avenida Paulista.

A prova terá representantes de todos os estados do país. São Paulo conta com o maior número de participantes (15.120 no total), seguido pelo Rio de Janeiro (902 participantes) e Minas Gerais (873). Há também 38 atletas estrangeiros inscritos para correr os 15 quilômetros da São Silvestre.



Edição: Graça Adjuto  


Agência Brasil - Vinte e um mil atletas devem participar da Corrida de São Silvestre - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Trânsito será bloqueado a partir das 18h para o réveillon no Rio - Direito Público

 
31 de Dezembro de 2009 - 10h04 - Última modificação em 31 de Dezembro de 2009 - 10h04


Trânsito será bloqueado a partir das 18h para o réveillon no Rio

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Rio de Janeiro - A partir das 18h de hoje (31), o trânsito em Copacabana, na zona sul do Rio, será bloqueado em diversos pontos para as comemorações do réveillon. Não será permitido o acesso de veículos ao bairro, nem mesmo de moradores, à exceção de ônibus de linha, táxis, motocicletas e vans licenciadas pela prefeitura. A interdição do trânsito se estenderá até as 4h de amanhã (1º).

Um esquema especial foi montado pela Secretaria Municipal de Transportes para garantir o acesso das pessoas à festa de passagem de ano em Copacabana e demais bairros da zona sul do Rio, envolvendo 1.550 ônibus de 72 linhas. Segundo a secretaria, o esquema especial vai vigorar das 18h de hoje às 5h de amanhã.

Um contingente de 1.193 guardas municipais atuará no controle urbano, auxiliado por 80 homens da Secretaria Especial de Ordem Pública, enquanto outros 200 guardas cuidarão do trânsito. A corporação cuidará também dos acessos às três estações do metrô de Copacabana, com a ajuda de cães adestrados.

Os 361 bombeiros que estarão de prontidão na orla ficarão em pontos de observação montados em plataformas, situadas entre os postos de salvamento. Um hospital de campanha do Corpo de Bombeiros  funcionará com 20 leitos e 13 médicos na Avenida Atlântica, no Posto 6, para atendimento  médico emergencial. A Secretaria Municipal de Saúde também terá cinco postos de atendimento, com 64 médicos, em pontos estratégicos da orla de Copacabana.

Um esquema de manutenção preventiva foi  colocado em operação pela Light, em Copacabana, para evitar apagões de energia. A  previsão é de que haja no réveillon um aumento de 20% no consumo residencial no bairro.

Por determinação do prefeito Eduardo Paes, neste fim de ano não será permitido em Copacabana o uso de copos e garrafas de vidro, à exceção de espumantes. As pessoas que forem assistir à tradicional queima de fogos terão de ingerir as bebidas em copos de plástico. Será proibida também a utilização de churrasqueiras na areia da praia, bem como de morteiros, visando a dar maior segurança aos espectadores.

A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de tempo nublado hoje na capital fluminense, com pancadas de chuva e trovoadas até o fim da tarde e início da noite. Amanhã (1º), o tempo deverá passar de claro a parcialmente nublado, com pancadas de chuva isoladas à tarde. A expectativa é de que o carioca só voltará a ver o sol no sábado (2).

A cidade de Teresópolis, na região serrana fluminense, promete apresentar uma programação especial na virada do ano. Segundo informou a assessoria de imprensa da prefeitura, a queima de fogos será feita no Mirante da Colina, um dos pontos mais altos da cidade, e terá duração de 12 minutos.

Serão mais de três toneladas de foguetes com efeitos, formas e cores variados. A animação ficará por conta da bateria da Estação Primeira da Mangueira e da banda Farofa Carioca. A festa de réveillon em Teresópolis começa às 22h e a programação se estenderá até o dia 3 de janeiro.




Edição: Graça Adjuto  


Agência Brasil - Trânsito será bloqueado a partir das 18h para o réveillon no Rio - Direito Público

 



 

 

 

 





Agência Brasil - Chuvas fortes matam onze pessoas no Rio - Direito Público

 
31 de Dezembro de 2009 - 10h36 - Última modificação em 31 de Dezembro de 2009 - 10h36


Chuvas fortes matam onze pessoas no Rio

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Rio de Janeiro - A Secretaria de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro confirmou 11 mortes em decorrência das fortes chuvas que caem no estado, a maioria provocada por deslizamentos de terra. Desse total, duas mortes foram registradas em Magé, cinco em Jacarepaguá e Campinho, três em Irajá e uma em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Outras duas pessoas, que seriam idosos, estão desaparecidas em Magé. Não há confirmação, até o momento, se elas estão na área atingida por deslizamento de terra naquela cidade. A secretaria ainda não recebeu informações sobre a identificação das vítimas fatais.

O diretor-geral da Defesa Civil do estado, coronel Marcus Vinicius Monteiro Rossi, disse à Agência Brasil que o balanço “é preocupante”. A Defesa Civil está em alerta permanente, monitorando a situação em todo o estado em função das chuvas que estão previstas para cair até a virada do ano. “Estamos alertas e de prontidão 24 horas,  monitorando a situação não só na cidade do Rio de Janeiro, como em todo o estado."

O atendimento emergencial é dado pelos quartéis do Corpo de Bombeiros nas localidades. A secretaria conta também com a ajuda da Coordenadoria de Defesa Civil dos municípios.

O coronel Rossi disse que a continuidade das chuvas preocupa por causa das comemorações programadas para a passagem do ano em Copacabana. “Preocupa sim. Nós fizemos um esquema de prevenção em Copacabana, onde vai ter uma maior aglomeração de pessoas, inclusive instalando lá um hospital de campanha para atender a população que vai estar nos festejos, além de viaturas e profissionais prontos para atender qualquer necessidade relacionada à saúde."

A Avenida Presidente Kennedy, principal via do município de Duque de Caxias, está totalmente interditada devido a uma queda de barreira. Em função disso, a Secretaria de Obras está enviando equipamento pesado para o local para liberar a pista.


Edição: Andréa Quintiere  



Agência Brasil - Chuvas fortes matam onze pessoas no Rio - Direito Público